Skip to content

10 Mentiras que Contaram Sobre Concursos Públicos

mentiras-concursos

Passar em um concurso público sempre foi um dos grandes sonhos de qualquer profissional. Estabilidade, tranquilidade e bons salários são os exemplos dos benefícios em ser concursado no Brasil, seja a nível estadual, federal ou municipal.

Todavia, antes de tudo, é preciso muito esforço, estudo e dedicação para a realização de uma prova de concurso, e ainda há quem espalhe boatos falsos sobre o tema.

Quer saber como passar em concursos ainda este ano? Então conheça nosso treinamento avançado

Treinamento – Segredo da Aprovação

Veja a seguir uma lista com as 10 maiores mentiras que já te contaram sobre concursos públicos:

mentiras-concursos

“É moleza, só estudar um pouquinho”

Talvez essa seja a maior de todas as mentiras sobre concursos públicos. Só quem prestou algum (ou é concursado) sabe a dificuldade, tanto na preparação para o exame quanto na realização da prova.

Geralmente, essa mentira é espalhada por pessoas que sequer prestaram concurso ou que não possuem o mínimo de conhecimento das dificuldades iminentes neste tipo de seleção.

“A maioria dos concursos têm fraude”

Essa é outra mentira contada à você que talvez possa desmotiva-lo.

Não é verdade a afirmação de que a maioria dos concursos possua algum tipo de fraude ou benefício irregular para dar vantagem à algum candidato.

Embora existam casos reais de concursos que foram fraudados por empresas prestadoras deste tipo de serviço, estes não representam a grande maioria, e estão restritos ao nível municipal, principalmente em pequenas cidades.

Concursos públicos de teor estadual, federal e de grandes cidades possuem confiabilidade, credibilidade e são respaldados por grandes empresas que organizam as provas.

Então fique tranquilo! Concurso é pra quem estuda e merece a vaga!

“Concurso é pura sorte”

sorte-nos-concursosA sorte é um fator dentro das possibilidades na hora de marcar uma questão em uma prova de concurso público, mas ela não representa nem 1% das variáveis envolvidas na hora de se fazer uma prova.

Para se dar bem em um concurso, é preciso dedicação, comprometimento e estudos árduos em prol do objetivo final.

De nada adianta chegar na hora na prova e “chutar” as questões. Ninguém passa em um concurso público utilizando essa ferramenta.

“Estuda mais as leis”

Embora a legislação seja um dos conteúdos que mais valem pontuação dentro de um concurso público, o candidato não deve ater-se só a ele.

A maioria dos concursos exige uma porcentagem de acerto de no mínimo 50% em cada conteúdo, então, mesmo você dedicando-se mais à legislação e acertando 100% de suas questões em uma prova, pode correr o risco de não classificar-se por ter errado mais de 50% em outras áreas de conteúdo.

Vai uma dica: é preciso foco e estudo em todas as áreas previstas no edital, sem mais ou menos em cada.

“Passar? Você?”

A desconfiança que pode estar em cima de você é uma pressão muito comum em alguns concurseiros. Família, amigos, namorada, esposa… todos parecem duvidar da real capacidade de você passar em um concurso.

Essa é uma grande mentira, pois concurso público não é necessariamente um bicho de sete cabeças: é preciso dedicação, apoio e ajuda de todos que cercam o candidato, para que ele se sinta mais confiante e preparado para a prova.

“Estuda pela prova de outro concurso! É tudo igual”

Embora esta seja uma prática aconselhável, não representa uma verdade. Provas de concurso público possuem particularidades, e não são parecidas.

Cada concurso possui particularidades, e nem mesmo uma empresa responsável por elaboração de provas costuma imitar e repetir modelos. Não vá atrás dessa mentira!

“Funcionário público? É furada!”

erros-de-concursosHá quem diga que o serviço público só gera stress aos seus funcionários, e que trabalhar na iniciativa privada é a melhor saída.

Aí está uma grande mentira: o setor público oferece muito mais benefícios e vantagens do que o privado, além de ser altamente recomendado pela estabilidade e conforto.

Isto é: no setor público, você só será demitido se roubar, matar ou cometer algum erro muito crasso que prejudique o seu trabalho.

Sendo assim, o concurso público significa estar protegido das crises de emprego, demissões em massa e todos os pesadelos vistos no setor privado.

“Se quiser passar, fique preso aos livros e esqueça sua vida social”

Não é bem assim. Estudar para concurso não significa trancar-se por 3 meses em um quarto rodeado de livros e polígrafos.

Isso acaba prejudicando a sua atuação no dia da prova. Organize seus horários, sua rotina e tenha em mente que é preciso estudar, mas não “comer” os livros 24h por dia.

“É muito concorrido, nunca teremos chance”

Eis aqui uma mentira difundida por 4 cantos. Não significa que, sendo concorrido, o concurso será impossível.

Quando você se candidata a uma prova em que o número de vagas é pequeno para tantos inscritos, tenha em mente que isso pode ser um fator a mais na hora de seu preparo.

Força de vontade e acreditar sempre são fundamentos básicos que todo concurseiro deve possuir.

“Só inteligentes passam”

Grande mentira. Em primeiro lugar, inteligência não significa grau de preparação em um concurso público.

Em segundo lugar, não basta ser um crânio em diversos assuntos se você sequer leu o edital da prova.

Pense bem: muitas pessoas ditas “inteligentes” acabam não conseguindo passar em um concurso público por acharem que já estão preparadas e que não precisam de tanto esforço na hora de estudar.

Se você é concurseiro ou pretende prestar algum concurso público, não caia nestas mentiras!